Novidades gay

O Barbudo Versátil e Felipe Mastrandéa dão dicas para um boquete perfeito. Assista!


Só faça se você quiser!

A primeira dica para o seu boquete sair perfeito é: não faça nada que não queira! Se você não se sente confortável em fazer boquete, experimente conversar com o seu parceiro e expor para ele o que está acontecendo, até porque fazer sem vontade faz com que você fique com aquela cara de “quem comeu e não gostou”, que é totalmente broxante e indesejável.

Deixe ele te ver

Os homens são completamente visuais, se você estiver fazendo um boquete no seu parceiro e ele não puder ver, pode ter a certeza que não vai ser tão prazeroso quanto você deseja, então procure sempre manter contato visual com ele, procure uma posição onde seja possível que ele veja você colocando na boca. Essa atitude pode ser excitante para os dois, já que você também irá ver a reação dele com cada toque seu!

Use a língua!

Não existe boquete perfeito sem o uso da língua, a principal técnica para um boquete espetacular é passar a língua por toda a extensão do pênis. Claro que o sexo oral requer sucção, mas é preciso que tudo seja feito com carinho e delicadeza, além de “chupar”, você também precisa conseguir acariciar com a sua língua, assim com certeza o seu parceiro sentirá muito mais prazer.

Você já deve ter ouvido falar que o boquete perfeito tem que ser forte, mas lembre-se sempre que se trata de uma área sensível, então além de “apertar” é importante massagear com a língua ou com os dedos, para que o prazer seja sentido de uma forma mais completa.

É importante também tomar cuidado com os dentes, lembre-se sempre que a pele do pênis é delicada, uma mordiscadinha pode levá-lo à loucura, mas o exagero pode levá-lo ao hospital. Não exagere!

Cuspir ou engolir?

Toda a mulher que faz boquete fica na dúvida se deve cuspir ou engolir, depois que o parceiro gozou na sua boca. Antes de fazer sexo oral é importante pensar e conversar com o parceiro sobre DST’S, porque vale lembrar que o esperma em contato com a mucosa da boca pode sim transmitir doenças, mas uma vez que você tem certeza que o seu parceiro é saudável, e você se sente confortável em fazer um boquete nele, vale lembrar que não faz muita diferença se você vai engolir ou cuspir. Muitos homens dizem sentir mais prazer quando a mulher engole, mas você sempre pode pedir para o seu parceiro te avisar quando for gozar, dessa forma ele não precisará necessariamente “despejar” na sua boca.

Não existe um manual que possa fazer com que você faça um boquete maravilhoso, cada homem gosta de uma coisa, e a sensibilidade masculina pode variar. É importante que você perca a timidez e tente estimular o seu parceiro ao máximo, só assim o sexo oral será realmente sensacional e prazeroso para os dois!

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

 

Fonte: Barbudoversatil e Felipe Mastrandéa[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Aprenda a fazer um boquete com Felipe Mastrandéa